Controle de Processos

Acesso restrito aos clientes e colaboradores da Tannus Sociedade de Advogados. Acompanhamento em tempo real do andamento processual.

Informativos

Cadastre seu e-mail para receber informativos da Tannus Sociedade de Advogados

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
Espanha 0% . . . .
França 0,43% . . . .
Japão 1,86% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
26ºC
Min
17ºC
Possibilidade de Chu

NOTÍCIAS

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

TJPR investe em ações para reduzir a geração de resíduos em todo o estado

TJPR investe em ações para reduzir a geração de resíduos em todo o estado Os ecomultiplicadores da instituição serão os responsáveis por intensificar a campanha nas ComarcasQua, 14 Mar 2018 15:39:00 -0300 A preocupação com a destinação de resíduos está entre as metas e os estudos do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) desde o início da gestão do Presidente Renato Braga Bettega. Reaproveitar o uso de papéis, utilizar canecas e copos de vidro em substituição dos plásticos descartáveis, economia de energia elétrica e o uso consciente da água estão entre as ações elaboradas pela Comissão de Gestão Socioambiental do TJPR. Neste primeiro semestre, o enfoque será intensificar a campanha e levantar dados estatísticos em todas as Comarcas e nos prédios públicos do Poder Judiciário. Para efetuar a pesquisa, um formulário eletrônico foi disponibilizado aos ecomultiplicadores do TJPR, que devem informar a situação específica da sua localidade. Demais interessados também poderão colaborar, basta encaminhar sugestões para a Ouvidoria-Geral do TJPR ou criar um protocolo no SEI (Sistema Eletrônico de Informações), que deve ser enviado para a Comissão de Gestão Socioambiental do TJPR (unidade CPER-CGSACT). De acordo com a Comissão de Gestão Socioambiental do TJPR, o diagnóstico pretende verificar as necessidades imediatas e as dificuldades encontradas para a destinação correta dos materiais. Com isso, o direcionamento do trabalho será preciso e eventuais intervenções ou implementação de medidas poderão ser adotadas com o objetivo de propiciar soluções adequadas para os casos concretos. A Desembargadora Ana Lúcia Lourenço, supervisora da Comissão de Gestão Socioambiental do TJPR, destaca que é uma iniciativa grande e inédita e que precisará da colaboração de toda a comunidade que compõe o Tribunal de Justiça. “É importante que a força de trabalho ativa coopere reduzindo a quantidade de resíduos gerados; a destinação será analisada com o objetivo de promover maior reaproveitamento e incentivar a reciclagem e o reuso. Os procedimentos atuais serão avaliados para aumentar a eficiência. Vislumbramos, ainda, trabalhar com propostas de medidas simples com o intuito de promover mudanças em atitudes diárias que fazem a diferença.” Resultados alcançados em 2017 Um dos pontos fortes da campanha foi a economia em relação ao uso do telefone, o gasto em 2017 foi de pouco mais de R$ 665 mil – uma redução de 18,55% em relação a 2016. A instalação do sistema VoIP possibilitou o resultado positivo. (O VoIP funciona como integrador de centrais telefônicas e, por meio de uma rede corporativa de dados, permite que se estabeleçam chamadas telefônicas entre todas as unidades do Tribunal de Justiça, sem custo adicional às despesas de comunicação). Ainda houve redução na quilometragem percorrida pelos veículos do TJPR, economia de combustíveis e de copos plásticos para café, conforme relatório apresentado pela Comissão de Gestão Socioambiental do TJPR. A Comissão de Gestão Socioambiental do TJPR é formada pelos seguintes membros: Cibelle Zaia Machado, Daniele Schneider, Priscilla Kiyomi Endo, Suzane Lustosa dos Santos, Vinicius Silva Nass e Vitório Garcia Marini.
14/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  852449
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia