Controle de Processos

Acesso restrito aos clientes e colaboradores da Tannus Sociedade de Advogados. Acompanhamento em tempo real do andamento processual.

Informativos

Cadastre seu e-mail para receber informativos da Tannus Sociedade de Advogados

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
Espanha 0% . . . .
França 0,43% . . . .
Japão 1,86% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
26ºC
Min
17ºC
Possibilidade de Chu

NOTÍCIAS

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Programa radiofônico Justiça em Casa abre espaço para falar sobre Eleições 2018

A pouco mais de seis meses para as Eleições Gerais de 2018, os Tribunais Regionais Eleitorais desenvolvem ações que promovam no eleitor o interesse pelo voto. A partir desta semana, o programa de rádio Justiça em Casa, que vai ao ar todas as quintas-feiras, das 15 às 16 horas, pela Rádio Universitária 96.9 FM, abre espaço para falar sobre Eleições 2018. Na estreia do quadro, a servidora da Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral, Flávia Araújo, destacou a participação do jovem no processo democrático, em especial aqueles com idade de 16 e 17 anos, que vão exercer o direito ao voto pela primeira vez apesar de não possuírem a obrigatoriedade de votar. “A primeira etapa da campanha Jovem Eleitor começou em novembro de 2017 e mostra a importância do voto desde a Constituição de 1988, quando os ‘caras pintadas’ mostraram o interesse pela política diante do quadro que se apresentava na época, com país saindo da ditadura para a democracia, quando conquistaram o direito do voto aos 16”, explicou. Flávia Araújo relatou ainda que a conquista do jovem pelo voto também foi uma demonstração de maturidade política e, consequentemente um avanço para a democracia, já que é uma fase da vida quando os questionamentos são frequentes e os debates constantes. “Embora muitos não observem, mas o jovem amadureceu politicamente, ele questiona, participa, quer saber quem é o candidato, quais são as diretrizes dos partidos políticos e isso fortalece a democracia e ajuda na escolha do melhor candidato”, prosseguiu. A servidora também evidenciou as redes sociais como uma ferramenta de comunicação muito forte nas mãos dos jovens e que já vem contribuindo com algumas mudanças no cenário político atual. A Justiça Eleitoral ainda lançou a campanha #PartiuMudar, constituída a partir do conceito “vem ser mais um para fazer a diferença”, e complementa a iniciativa do projeto “Eleitor do Futuro”; que faz parte do programa Jovem Eleitor, que busca incentivar o alistamento eleitoral e o voto responsável dos eleitores entre 16 a 18 anos incompletos. Pesquisa realizada pelo TSE em 2017 revelou que dos eleitores entre 16 e 20 anos, 69% acreditam que o voto pode criar um futuro melhor para o país; 58% têm o hábito de discutir política. Em Macapá o número de jovens na faixa etária de 16 e 17 anos é 8.885, sendo 2.251 jovens eleitores com 16 anos e 6.634 com 17 anos.
14/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  852494
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia