Controle de Processos

Acesso restrito aos clientes e colaboradores da Tannus Sociedade de Advogados. Acompanhamento em tempo real do andamento processual.

Informativos

Cadastre seu e-mail para receber informativos da Tannus Sociedade de Advogados

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
Espanha 0% . . . .
França 0,43% . . . .
Japão 1,86% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Domingo - Campinas, SP

Máx
20ºC
Min
14ºC
Nublado com Possibil

NOTÍCIAS

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Deputados derrubam veto ao PL que regulamenta servidores do Pró-Saúde

Compartilhe! O veto do governador Tião Viana (PT) ao Projeto de Lei 107/2017, de autoria do deputado Raimundinho da Saúde (Podemos), que regulamenta os servidores concursados ameaçados de demissão do Pró-Saúde, transformando a empresa paraestatal em autarquia estadual, foi derrubado pelos deputados estaduais durante a sessão extraordinária realizada na tarde desta terça-feira (13), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). O veto foi rejeitado por 22 votos. Em pronunciamento, o deputado Raimundinho da Saúde (Podemos), agradeceu a sensibilidade do líder do governo, deputado Daniel Zen (PT), com a causa. “A atuação do deputado Daniel Zen foi muito importante para essa conquista. Ele ter liberado a bancada de situação para votar a favor dos servidores do Pró-Saúde foi fundamental. Nós temos a consciência de que os servidores merecem respeito, hoje nós priorizamos o bem-estar dos trabalhadores”, disse. O deputado Jenilson Leite (PCdoB), relator do projeto de lei que visa a regularização dos contratos do Pró-Saúde, parabenizou o empenho da categoria e a boa vontade dos parlamentares. “Esta casa desempenhou um papel fundamental quando foi solicitada por vocês. O presidente da Aleac, deputado Ney Amorim, e os demais parlamentares tiveram a coragem de tomar uma posição que mostra a nossa preocupação com vocês e a Saúde no Estado. A decisão não é contra o governo, mas a favor do trabalhador. Essa vitória também é mérito de vocês sindicalistas, de todos os servidores do Pró-Saúde, a gente não constrói nada sozinho”, disse. O que os deputados estaduais disseram: Gehlen Diniz (PP) “Lá atrás critiquei os sindicatos, mas hoje me sinto no dever de elogiar, e isso tem um significado importante para o Acre, pois eles estão defendendo suas classes. Hoje vejo os sindicatos lutando apenas pelo trabalhador, independente da vontade do governador”. Luiz Gonzaga (PSDB) “Aos servidores da Saúde que ocupam a galeria desta casa, digo que tenho recebido persas mensagens de vocês e aqui quero novamente dizer que apoio totalmente a reivindicação de vocês, por ser justa. É um absurdo que pais de famílias sejam demitidos. Tenho origem humilde e conheço de perto as dificuldades”. Raimundinho da Saúde (Podemos) “Hoje vivemos uma situação singular e precisamos ter um olhar carinhoso com esses trabalhadores. Eles não entraram por janela nenhuma, passaram dias e noites estudando para serem aprovados num concurso. Esses guerreiros foram legitimamente aprovados e hoje lutam por seus direitos conquistados. Aqui não tem nenhum que ocupa cargo porque um político colocou, o mérito é deles. Ver essas pessoas sendo demitidas em meio a uma crise financeira absurda é desumano. Não podemos compactuar com isso”. Jairo Carvalho (PSD) “Eu digo sim aos trabalhadores e não à demissão deles. Eu voto pela derrubada do veto. Estarei sempre do lado dos servidores”. Chagas Romão (MDB) “A demissão dos trabalhadores é injusta. Eu voto a favor da derrubada do veto do governador ao projeto de lei que torna o Pró-Saúde uma autarquia estadual. Votarei mesmo que eu vote sozinho como já fiz outras vezes nesta casa. Jamais vou ficar contra a população nesta casa, contra os direitos dos trabalhadores”. Mircléia Magalhães e Andressa Oliveira Agência Aleac
Fonte:
AL Acre
13/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  706589
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia